Dra Mariana Neto Silva| Clinica Pediátrica Mamãe Coruja                                                                                                                             
 
Buscar
  • Dra. Mariana Neto Silva

Volta as Aulas

Atualizado: Mar 19


Criança na escola , aprendendo, evoluindo em busca de conhecimento
Covid-19 Volta as Aulas

Orientações



Em documento lançado em 26 de janeiro de 2021, a Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) abordou aspectos referentes a pandemia da doença pelo coronavírus de 2019 (Covid-19) e seu impacto negativo na saúde mental de crianças e adolescentes. Para embasar as suas recomendações, foram citadas algumas experiências vivenciadas por outros países e publicações abordando a participação da faixa etária pediátrica na cadeia de transmissão. Ao trazer à tona a discussão sobre o retorno seguro às aulas presenciais, a SBP reitera o seu compromisso com a proteção e saúde de crianças e adolescentes.


De acordo com publicação do Grupo de Trabalho de Saúde Mental da SBP, após o período de pandemia, pediatras atenderam solicitações referentes a surgimento de insônia, anorexia, crises de ansiedade ou depressão. Também foram relatados reaparecimento de comportamentos já superados pela criança, como enurese noturna ou insegurança para dormir sozinho. Além disso, o Departamento Científico de Neurologia, em novembro de 2020, pontuou a relação entre o isolamento social e piora na qualidade do sono. Destacou ainda que distúrbios do sono estão correlacionados com comorbidades psiquiátricas, o que torna necessário o seguimento cuidadoso destas crianças nos anos pós-pandemia.


Além do aumento da prevalência de transtornos mentais e do desenvolvimento, a pandemia da Covid-19 e a consequente necessidade de isolamento social também aprofundaram as desigualdades sociais. Escolas que conseguiram se mobilizar para o ensino remoto, em substituição às aulas presenciais puderam manter algumas das suas atividades, porém esta não foi a realidade vivenciada pela maioria da população, que não dispõe de computador e/ou acesso à internet.


Com base no impacto negativo do fechamento das escolas para a saúde mental e física das crianças e adolescentes e considerando que, aparentemente, a faixa etária pediátrica não exerce papel fundamental na cadeia de transmissão, espera-se que se efetivem, com urgência, os passos voltados ao planejamento estratégico para o retorno seguro às aulas presenciais. Devem ser garantidas melhores condições estruturais e de gestão dos processos voltados ao controle de riscos contra a transmissão do SARS-CoV-2 no ambiente escolar.


Considerando que as escolas e a educação de crianças e adolescentes devem ser classificadas no âmbito das atividades ditas como essenciais para a sociedade, particularmente se estimados os riscos sociais, psíquicos e de desenvolvimento, no longo tempo de fechamento das instituições de ensino, a SBP enfatiza que nosso foco necessita ser criar condições seguras para o adequado retorno às aulas presenciais.


#pediatria#voltaasaulas#COVID2019#cuidado

7 visualizações0 comentário