gtag('event', 'purchase', { 'transaction_id': 't_12345', 'currency': 'USD', 'value': 1.23, user_data: { email_address: 'johnsmith@email.com', phone_number: '1234567890', address: { first_name: 'john', last_name: 'smith', city: 'menlopark', region: 'ca', postal_code: '94025', country: 'usa', }, }, items: [{ item_name: 'foo', quantity: 5, price: 123.45, item_category: 'bar', item_brand : 'baz', }], });
 
Buscar
  • Dra. Mariana Neto Silva

Bebês roncam?


Curiosidades


O nascimento do bebê traz mais um leque de novidades a serem desvendadas, você sabia que a pele do recém-nascido descama? Ou então que ele nasce enxergando mal e que seus olhos e cabelos podem escurecer com o tempo? Nesta onda de curiosidades, outro tema ainda cheio de mistério é o sono do pequeno e se ele se assemelha ao do adulto – inclusive no que diz respeito ao ronco.


De fato, bebês podem roncar, mas não é o mais comum, pode acontecer inclusive logo após o nascimento, ainda quando recém-nascido. O bebê pode fazer barulhos suaves, pequenos ruídos, principalmente o que ainda mama só leite. Nestes casos, o sintoma acaba desaparecendo próximo do quinto ou sexto mês de vida ou conforme o seu crescimento.


Quais as causas desse ronco?

Sono infantil
Ronco e qualidade do sono infantil


De acordo com pesquisas, cerca de 1 a 3% das crianças pré-escolares têm algum acometimento respiratório, como ronco ou distúrbio do sono. Nos recém-nascidos uma causa possível para esse ruído é uma condição chamada de laringomalácia, uma alteração congênita em que as estruturas da laringe são mais amolecidas, cobrindo a via área da criança e fazendo com que ela emita um barulho ao inspirar – geralmente quando está dormindo, deitada ou nervosa fica mais nítido.

Esse “ronquinho” pode até ser confundido com o ressonar normal do bebê, mas é mais grave e merece ser investigado.


Outro motivo bastante comum é a apneia obstrutiva do sono, doença caracterizada pelo ronco alto e pela interrupção da respiração ao dormir e que está relacionada com o aumento das adenoides ou das amígdalas, ou então ao sobrepeso.


O ronco pode ainda estar associado à asma e outras doenças, além de desvio de septo nasal ou até aparecer por conta de uma infecção aguda. Em alguns casos, como o aumento da amígdala e adenoide, é cirúrgico. Outros, como a asma, são medicamentosos, para melhorar a qualidade de vida da criança. Vale ficar de olho em outros aspectos do sono – como se ele é agitado ou tranquilo – e como o filho age no dia seguinte.


#Ronco #Pediatria #Sono #Bebes

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo