gtag('event', 'purchase', { 'transaction_id': 't_12345', 'currency': 'USD', 'value': 1.23, user_data: { email_address: 'johnsmith@email.com', phone_number: '1234567890', address: { first_name: 'john', last_name: 'smith', city: 'menlopark', region: 'ca', postal_code: '94025', country: 'usa', }, }, items: [{ item_name: 'foo', quantity: 5, price: 123.45, item_category: 'bar', item_brand : 'baz', }], });
 
Buscar
  • Dra. Mariana Neto Silva

Superdotação


superdotação criativo-produtiva
Crianças com altas habilidades.

Diferente do que se pensava antigamente, de que a superdotação seria apenas uma pessoa com extrema inteligência, a evolução científica consegue classificar e reconhecer dois tipos de altas habilidades. “A primeira é a escolar, a qual as pessoas popularmente conhecem, com indivíduos que tiram notas muito boas e estão sempre a frente do que é ensinado na sala de aula. A segunda é a superdotação criativo-produtiva, com pessoas que se destacam pela criatividade, produção, por ter um comportamento mais questionador e geralmente muita capacidade de liderança”, explica a neuropediatra Flávia Cristina de Lima, mestre em Neurologia Infantil pela UNIFESP, da clínica Care Materno Infantil.


Pais e profissionais tendem a suspeitar e investigar o quadro de superdotação pelo destaque que a criança apresente em áreas específicas. Crianças com altas habilidades tendem a gostar do que envolve raciocínio lógico e têm uma facilidade verbal mais avançada do que o esperado já a partir do primeiro ano. Elas possuem uma capacidade superior de manter diálogos, contar histórias e narrar acontecimentos do dia. Junto a isso, a superdotação tende a também adiantar o desenvolvimento motor da criança, fazendo com que ela engatinhe ou até mesmo ande antes do tempo esperado.


Os desafios de ter altas habilidades conseguir reconhecer os pontos fortes e os que precisam de mais atenção das crianças superdotadas ajuda a fazer com que os percalços enfrentados por elas diminuam. Por exemplo, ainda existe o estigma de que ter altas é habilidades significa que o pequeno é um gênio incontestável e isso não é verdade. Um dos sentimentos mais comuns para crianças que têm um quadro de superdotação ou altas habilidades é o de não pertencimento. Isso pode fazer com que elas se isolem no momento de realizar atividades escolares e prefiram contato com pessoas mais velhas. Também é possível que o pequeno superdotado tenha o costume de ser elogiado com frequência, com tendência ao perfeccionismo e viva situações de frustração por isso. Podem ser crianças também que se sabotam, escondendo as suas reais habilidades, para se inserirem socialmente em um ambiente escolar.


#crescimento#pediatria#superdotado

2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo