Dra Mariana Neto Silva| Clinica Pediátrica Mamãe Coruja                                                                                                                             
 
Buscar
  • Ismael Ribeiro

Livre Demanda - processo psicológico e físico.


Livre demanda - Aleitamento
Afeto e carinho

Vai Passar !


👩Muitas mamães relatam se sentirem “escravas” da amamentação ao escolher a livre demanda. Como lidar com estes sentimentos? Dentre todos os relatos e experiências diferentes, reunimos as principais dúvidas e angústias além de todo o processo psicológico e físico. 🧒

.

É importante ponderar que esta é uma fase passageira e que o tempo voa 😍


O carinho e amor incondicional


😍 Troca de olhares, sentir o cheirinho, amor mutuo, a mãozinha sobre o seu rosto, a barriguinha tocando a sua pele, a boquinha extraindo alimento através do seu corpo, lhe permitirá se sentir eternamente grata e realizada por ter vivenciado esse momento. É um período que favorece o fortalecimento de vínculo, momento único e gratificante que não voltará mais, instante esse que permite consolidar o laço afetivo, o qual perdurará eternamente. 👶

.

Além do sentimento aflorado, o leite materno é o melhor alimento que um bebê pode receber, por isso, além de o nutrir de sentimentos e acolhimento, está o alimentando, imunizando, e protegendo contra infecções gastrointestinais, urinárias, doenças respiratórias e otites, líquido de alimento e amor que ultrapassam qualquer fase ou obstáculo durante o processo de amamentação.

.

Quando se trata de livre demanda, é importante ressaltar que ela também está relacionada às mães, permitindo que elas escolham o quanto estão dispostas a amamentar, e para isso deve indispensavelmente haver o apoio familiar. 🥰 O cansaço existe, mas para continuar mantendo a produção de leite e alimentando a criança. Diante deste contexto, as mães também podem optar por ordenhar o leite e estoca-lo na geladeira ou freezer (geladeira até 12 horas e freezer até 15 dias) e ofertá-lo por meio, da técnica do copinho ou da colher. Não só a mãe, mas qualquer membro da família, pode oferece-lo ao bebê em um momento em que ela precise descansar.

.

O leite materno é melhor do qualquer outro leite ou fórmula que o possa substituir. Estudos comprovam que as crianças que são amamentadas ao seio materno exclusivamente até os seis meses de vida têm menos infecções, e não exibem déficit de crescimento. Essa é uma maneira de quando a mãe estiver exausta e precisando descansar, o marido, ou mesmo os avós, os tios, puderem dar alimentar o bebê. É imprescindível que essa oferta seja feita através do copinho ou da colher. A mamadeira não é indicada, pois ocasiona a confusão de bicos e pode promover o desmame precoce. 💞💕💗


2 visualizações0 comentário